Quais são as doenças mais comuns em crianças e como preveni-las?

Durante a infância, diversas doenças estão cercando as crianças, e alguma delas se apresentam mais comuns que as outras.⠀

São elas:⠀

    • Otite. É aquela inflamação no ouvido, causada por bactérias. A criança se queixa de dor nessa parte do corpo, ou mesmo de sensação de abafamento. Pode chegar a sair uma secreção amarelada.⠀
    • Conjuntivite. Sendo muito comum em crianças, essa doença pode ser transmitida por bactérias ou outro agente. Possui como sintomas a inflamação nos olhos, com coceira, lacrimejamento, sensibilidade à luz.
    • Catapora. Aquelas terríveis aparições vermelhas que coçam e que são um perigo. Elas atingem normalmente as crianças abaixo de 10 anos, por terem um maior contato nas escolas. O vírus causador dessa doença é o varicela-zoster e despertando febre, falta de apetite, cansaço, dores de cabeça, manchas e bolhas avermelhadas, precisa ser tratado.
    • Caxumba. Causada pelo vírus Paramyxovirus já foi uma das piores doenças infantis. Afeta diretamente as glândulas parótidas, aquelas produtoras de saliva, e por esse motivo é uma doença rápida de ser identificada. Precisa ser tratada quanto antes, pois pode se espalhar para outros órgãos.⠀
    • Sarampo. É uma doença muito perigosa e muito contagiosa. É transmitida rapidamente através da saliva, do espirro, pelo vírus Morbillivirus. A criança esse vírus precisa ficar se tratando, separado dos outros para que o evite transmitir ainda mais a doença. Os sintomas dessa doença são: erupções avermelhadas no corpo inteiro, catarro em excesso e muito mal-estar.


PREVENÇÕES:

  • Para prevenir o sarampo e a caxumba é através da vacina tríplice viral.
  • Com a conjuntivite, evite que a criança tenha contato com maquiagens, que lave sempre os olhos, evitando também levar as mãos a eles.
  • A otite é prevenida pelo uso de protetores ao nadar, evitando cotonetes, e sempre enxugando a orelha com cuidado.⠀
  • A catapora pode ser evitada através de vacinas; ficar no isolamento até a fase de crostas das erupções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *